Certificados de Aforro

Setembro 16 2011

Troika’ está preocupada com resgate de certificados de aforro acima do previsto e quer soluções.

O Governo está a estudar soluções para incentivar as famílias a manter a dívida do Estado, como por exemplo, certificados de aforro, garante um relatório da Comissão Europeia sobre a primeira avaliação da implementação do programa da ‘troika'. O desvio nas contas destes títulos de poupança está a preocupar a ‘troika', que teme que o País enfrente mais problemas de liquidez do que o previsto.

"As autoridades estão a explorar soluções de mercado possíveis para encorajar as famílias a manter os seus títulos de dívida", lê-se no documento divulgado ontem. Os peritos da Comissão Europeia frisam no relatório que "o resgate de certificados por parte das famílias, em parte devido à oferta de taxas de juro mais elevadas nos depósitos por parte dos bancos, também pesaram no saldo de caixa das administrações públicas".

O Estado financia-se junto das famílias através de certificados de aforro e do Tesouro. Enquanto os primeiros registam resgates líquidos mais de cinco vezes superiores ao orçamentado, criando um buraco de 2.209 milhões de euros nas contas públicas, os certificados do Tesouro registam subscrições líquidas de 557 milhões de euros, também aquém dos 993 milhões que constam no Orçamento do Estado.

Na prática, isto quer dizer que o Estado não se está a conseguir financiar junto das famílias através deste instrumento financeiro. Tendo em conta que o mercado internacional continua avesso aos títulos de dívida portuguesa, exigindo juros muito elevados para emprestar a curto prazo, o excessivo resgate poderá colocar problemas de tesouraria no Estado. 

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 23:17

Tudo sobre os Certificados de Aforro aqui
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links