Certificados de Aforro

Maio 22 2014
O valor aplicado pelos portugueses em certificados de aforro atingiu no último mês um máximo desde Agosto. Entraram mais 116 milhões de euros, um pouco menos que os 181 milhões aplicados nos certificados do Tesouro.

Os certificados de aforro estão cada vez mais a assumirem-se como uma alternativa de investimento para as famílias portuguesas. A prova disso está na forte entrada de dinheiro nestes títulos desde o início deste ano, algo que voltou a acontecer em Abril, mês em que foram aplicados 116 milhões de euros.

 

Segundo a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), em Abril os portugueses investiram 174 milhões de euros em certificados de aforro. Ao mesmo tempo foram registados resgates de 58 milhões, o que se traduziu, ainda assim, num saldo positivo de 116 milhões.

 

O valor captado no mês de Abril foi o mais elevado desde Agosto, mantendo o ritmo de entrada de dinheiro nestes títulos acima da fasquia dos 100 milhões de euros registada nos primeiros meses deste ano. No acumulado, em 2014 o saldo está positivo em 439 milhões de euros.

 

O crescimento o valor investido pelas famílias portuguesas nestes certificados é explicado, tal como acontece nos do Tesouro, pela rendibilidade apresentada, bastante superior à dos depósitos da banca. Com a subida das Euribor, a taxa destes títulos tem vindo a crescer. Para as subscrições em Maio a taxa é de 3,281%, a mais alta desde 2010.

 

fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/

publicado por adm às 22:11

Tudo sobre os Certificados de Aforro aqui
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
subscrever feeds
links