Certificados de Aforro

Outubro 17 2012

A proposta consta no Orçamento do Estado para 2013, entregue hoje no Parlamento. De acordo com o documento, o Governo prevê captar 141 milhões de euros em certificados de aforro.

Segundo a composição do financiamento para o próximo ano, está previsto um montante de subscrições de 981 milhões de euros e de 840 milhões em resgates, resultando num saldo líquido positivo de 141 milhões de euros.

"À semelhança do verificado nos dois anos anteriores, em 2013, é de esperar que a principal fonte de financiamento continue concentrada nos empréstimos obtidos junto do FMI e da UE, cujo montante deve ascender a 10,1 mil milhões de euros", diz o documento.

"Adicionalmente, os Bilhetes do Tesouro também deverão contribuir positivamente para a cobertu-ra das necessidades brutas, antevendo-se um incremento das emissões líquidas deste instrumento em torno de 5,4 mil milhões de euros", revela o OE.

Em termos de necessidades de financiamento para o próximo ano, o Executivo estima "uma redução das necessidades líquidas de financiamento face ao ano anterior em cerca de 10,2 mil milhões de euros, com o valor total a fixar-se em torno de 11,5 mil milhões de euros".

"Esta evolução é explicada, essencialmente, pela redução significativa dos montantes alocados à aquisição líquida de ativos financeiros, que no ano anterior haviam assumido uma expressão muito significativa", acrescenta o documento hoje apresentado.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 23:34

Tudo sobre os Certificados de Aforro aqui
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links