Certificados de Aforro

Outubro 18 2013

As famílias portuguesas subscreveram, em Setembro, 157 milhões de euros em Certificados de Aforro (CA) e resgataram 58 milhões de euros, pelo que o saldo é positivo em 99 milhões de euros, revela o Boletim de Outubro do ICGP, disponibilizado esta sexta-feira.

Com os valores subscritos em Setembro, que regista o segundo melhor mês do ano, o saldo total dos CA ultrapassou a barreira dos 10 mil milhões de euros, revela o Boletim do IGCP, a agência que gere a dívida pública nacional.

Desde o início do ano, os portugueses subscreveram 349 milhões de euros em CA, acima dos 210 milhões de euros esperados pelo Governo no Orçamento do Estado (OE) para o corrente ano.

O aumento de subscrições e o abrandamento dos resgates é explicado pela aumento de prémio fixo, em 2,75%, que, somado à taxa Euribor, atira a taxa de remuneração total para cima dos 3% brutos. Esta remuneração fica acima dos tradicionais depósitos bancários.

No OE para 2014, o Governo espera atrair 2,5 mil milhões de euros de poupança, cerca de mil milhões em CA e o restante através dos Certificados do Tesouro Poupança Mais, novo produto de poupança que vai oferecer uma taxa de juro bruta de 5% a partir do 4.º e 5.º anos, a que pode acrescer um prémio complementar em função da evolução do Produto Interno Bruto.

Boletim de Setembro mostra uma redução nos resgates de Certificados do Tesouro (CT), cuja subscrição está suspensa. Os portugueses levantaram dois milhões de euros de CT, bem menos que os 30 milhões de euros resgatados em Agosto. O saldo deste produto está em 1384 milhões de euros.
 fonte:http://www.publico.pt/e

publicado por adm às 23:21

Tudo sobre os Certificados de Aforro aqui
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links