Certificados de Aforro

Outubro 25 2010

Desde que o Governo lançou a série C dos certificados de aforro, em Janeiro de 2008, que os portugueses estão a retirar as suas poupanças deste instrumento de dívida pública. Desde então, o montante aplicado em certificados de aforro diminuiu 10,92 por cento, mostram os últimos números do Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público, o organismo responsável pela administração do dinheiro e do financiamento do Estado português. 


A série C foi vista pelos aforradores como um versão menos generosa do que a anterior série B, que existia desde 1986. Além disso, a redução das taxas de juro de mercado, em particular a Euribor a 3 meses que serve de referência ao cálculo da remuneração dos mais recentes certificados, reduziu a rendibilidade potencial do produto. Os certificados de aforro emitidos neste mês de Outubro capitalizam à taxa de juro bruta de 0,996 por cento durante os próximos 3 meses. O lançamento em Julho dos certificados do tesouro contribuiu também para o afastamento dos certificados de aforro, por serem considerados pelos aforradores instrumentos substitutos.
fonte:jornaldenegocios

publicado por adm às 23:26

Tudo sobre os Certificados de Aforro aqui
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links