Certificados de Aforro

Fevereiro 17 2011

Certificados do Tesouro continuam a atrair investimento mas em Janeiro já houve o primeiro resgate

 

Os portugueses continuam a fugir dos Certificados de Aforro (CA) e em Janeiro este produto perdeu mais 182 milhões de euros, que se somam aos 1.400 milhões já resgatados durante o ano passado. De acordo com o Boletim Mensal do Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP), no primeiro mês de 2011, os portugueses aplicaram 41 milhões nos CA mas retiraram 223 milhões, o que resulta num saldo líquido negativo de 182 milhões. A fuga de capital deste produto prende-se com a baixa rendibilidade, que está indexada à Euribor a três meses. Apesar das ligeiras subidas recentes, continua em níveis baixos e a taxa de rendimento para as novas subscrições de CA feitas este mês não vai além de 1,116%. Quem ganha com isto são os Certificados do Tesouro (CT), um produto de poupança alternativo criado há poucos meses pelo Governo, cuja rendibilidade, indexada à taxa das Obrigações do Tesouro a 5 e 10 anos, é bem mais elevada. Valor aplicado caiu quase 60% face a Dezembro, mês em que as subscrições deste produto de poupança do Estado atingiram um recorde. Em Janeiro, os portugueses investiram 105 milhões de euros neste produto e retiraram apenas 10, o que resultou num saldo líquido positivo de 95 milhões. Este foi o primeiro mês em que houve resgates de CT desde que o produto chegou ao mercado, em Agosto passado, até porque o mesmo tinha um período de indisponibilidade de seis meses.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt

publicado por adm às 22:17

Tudo sobre os Certificados de Aforro aqui
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links