Certificados de Aforro

Novembro 22 2014
Pelo quarto mês consecutivo, este produto do Estado obteve um saldo líquido acima dos 200 milhões de euros. A taxa acima de 3% continua a atrair as poupanças de muitas famílias portuguesas.

Os certificados de aforro continuam a somar poupanças fruto da rendibilidade elevada que apresentam. Em Outubro, pelo quarto mês consecutivo, conseguiram captar mais de 200 milhões de euros, de acordo com os dados do Banco de Portugal. O saldo no total do ano ascende já a quase 1,7 mil milhões de euros.

 

Segundo o Banco de Portugal, o saldo global de certificados de aforro ascendeu a 11.809 milhões de euros no final de Outubro, um aumento de 214 milhões de euros face aos 11.595 milhões de euros registado no final do mês anterior. Foi o quarto mês consecutivo com um saldo líquido acima dos 200 milhões.

 

Desde o Verão, com a crise no BES, que os montantes captados mensalmente pelos certificados de aforro têm vindo a aumentar com as famílias a procurarem a segurança do Estado. Mas também em busca da rentabilidade que este produto de poupança apresenta num contexto de quebra das taxas dos depósitos.

 

Com as Euribor em mínimos históricos, a taxa média dos depósitos está em 1,33%. Os certificados de aforro, que beneficiam de um prémio extraordinário de 275 pontos-base até ao final de 2016, pagam mais de 3%. As subscrições realizadas até ao final deste mês contam com uma taxa bruta anual de 3,071% nos próximos três meses.

fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/

publicado por adm às 23:26

Tudo sobre os Certificados de Aforro aqui
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links